Como vender mais na Black Friday
Conheça algumas dicas do Sebrae Minas
17/11/2017


No ano passado, a Black Friday movimentou R$ 1,9 bilhões no Brasil, registrando um crescimento de 17% em relação a 2015. Somente no comércio eletrônico, mais de 281 mil pessoas realizaram aproximadamente 2 milhões de pedidos entre produtos e serviços.  Há uma semana para a “dia dos descontos”, que neste ano acontece no dia 24 de novembro (próxima sexta-feira), pequenos negócios que queiram aproveitar a ocasião para aumentar as vendas e conquistar novos clientes, devem estar atentos a alguns cuidados. 

A Black Friday surgiu nos EUA e acontece sempre na sexta-feira que antecede o Dia de Ação de Graças (este ano no dia 23 de novembro), e marca o começo da temporada de compras de Natal. No Brasil, a cada ano, aumenta o número de pequenos negócios que aderem a data comercial e aproveitam a oportunidade para liquidar o estoque do ano e aproximar mais dos clientes.

 

Para a analista da Unidade de Mercados e Relações Internacionais do Sebrae Minas Luciana Lessa, é fundamental que que os empreendedores e empresários tenham um planejamento adequado para não frustrar as expectativas do consumidor. “Essa é uma data de promoções. Por isso, não tente ludibriar o cliente pois eles estão cada vez mais atentos a possíveis fraudes”, alerta. 

 

Podem participar da campanha, lojas físicas e e-commerce de qualquer setor. A dica é selecionar os principais produtos, oferecer descontos reais e principalmente divulgar.  Em anos anteriores, a média de descontos variava entre 20% a 30%, dependendo do tipo de produto ofertado. “Planeje para oferecer ofertas que sejam atrativas para os clientes, mas com uma mínima margem de lucro para o seu negócio. Caso não seja possível dar um desconto maior, ofereça um brinde, uma condição especial ou um serviço diferenciado. De maneira nenhuma fique no prejuízo”, explica a analista do Sebrae Minas

 Muitos pequenos negócios também aproveitam a ocasião para fidelizar os consumidores. A estratégia tem dado certo, tanto que muitos clientes, quando bem atendidos e satisfeitos, têm voltado as lojas para fazer as compras de Natal. “Essa é uma oportunidade para mostrar o que seu negócio tem de melhor. Neste caso, as promoções são ’iscas’. Lembre-se que a Black Friday não é somente para oferecer descontos, mas sim de ser considerada como uma estratégia para conquistar clientes e ampliar as vendas”, justifica Luciana Lessa

 

Dicas de sucesso para os pequenos negócios na Black Friday:

 

  • Defina se a participação será virtual ou no ponto físico ou nos dois.

 

  • Estabeleça o mix de produtos que serão ofertados.

 

  • Cuidado para não ficar fora do ar em momentos de pico – converse com o seu fornecedor tecnológico.

 

  • Os descontos irão gerar aumento de vendas, mas para garantir lucro neste evento é necessário negociar parcerias com fornecedores.

 

  • Cuidado com os descontos para não prejudicar a saúde financeira da sua empresa, defina a viabilidade de participação no evento.

 

  • Aproveite para queimar itens de menos giro.

 

  • Defina a faixa de desconto que será oferecida para cada categoria de produtos.

 

  • Não crie falsas promoções ou conceda descontos irrisórios.

 

  • Aproveite esta data para aumentar a sua base de clientes, portanto não pense somente no lucro que este cliente pode gerar, pense no potencial deste cliente a longo prazo.

 

  • Aproveite a mídia espontânea do evento.

 

  • Treine a sua equipe de vendas para aceitar trocas de produtos comprados pelo e-commerce na loja física.

 

  • A política de troca da loja deve ser clara e estar visível ais clientes.

 

  • No e-commerce, lembre-se de que esta modalidade prevê, legalmente, 07 dias de arrependimento na aquisição do produto

 

  • Cultive boas práticas e deixe o seu cliente satisfeito.

 

  • Não ofereça prazos de entrega impossíveis, amplie o seu atual prazo de entrega para não deixar de cumprir o prometido.

 

 Conheça mais dicas para os pequenos negócios na Black Friday no site do Sebrae.