(31) 9 9769-1491
publicidade@jornaldogutierrez.com.br

NOME DA EMPRESA

O cruzamento da discórdia

Confusão na interpretação do semáforo, batidas, desrespeito e buzinaço tornam rotina cada vez mais caótica no local

Por: Jornal Gutierrez No dia: Em: Bairro

Um dos principais cruzamentos do bairro, o da Avenida Francisco Sá com Rua Ludgero Dolabela, vive uma rotina de caos. Além das constantes batidas registradas na placa de sinalização central, a confusão na interpretação do semáforo por parte dos motoristas também é frequente, gerando excesso de poluição sonora, brigas de trânsito e muita perturbação para os moradores da rua.

Um dos principais problemas é o fato de o semáforo ficar aberto para quem vira à esquerda para a Ludgero e fechar para quem quer seguir na Av. Francisco Sá (e vice-versa). O problema é agravado quando motoristas estacionam em local proibido (foto) e fecham uma das pistas, o que gera o caos na movimentada esquina.

Canteiro central

A sinalização que fica no canteiro central da Av. Francisco Sá continua sendo atingida frequentemente por motoristas, que não enxergam o relevo. A placa de sinalização (um pequeno poste) foi novamente derrubada e o cimento do canteiro já está despedaçado após novas colisões no final de semana. 

Segundo os moradores que escutam os fortes barulhos das batidas, "o problema é que o poste fica em um local com cimento em relevo, que faz a marcação da divisão da vias. Mas, como a rua é pequena, a placa nem sempre é avistada e os carros escorregam ao chocar-se contra este calçamento, principalmente na chuva, quando a visibilidade é baixa. Além disso, quem vem da Ludgero muitas vezes, ao fazer a curva para a esquerda, não nota a sinalização", explicam.

 

Deixe seu comentário aqui: